Compilar programa no Linux GCC




Neste post, vou criar um exemplo de código em c no linux, e compilar utilizando o gcc.
Muita gente, inclusive eu, tem o hábito de utilizar IDE's para programar em c, principalmente para quem utiliza o Windows como OS, mas quando falamos de Linux é comum não utilizar nenhuma IDE, mas no máximo um bom editor. Alguns preferem vim, gedit, nano, notepad, etc. Existem diversas opções, e cada desenvolvedor escolhe aquela que atende melhor as suas necessidades.

Mas e depois de editar todo o programa, como fazemos a compilação? utilizando o gcc. Mas o que é esse gcc? O GCC ou GNU Compiler Collection, é um conjunto de ferramentas utilizado para compilação de programas, que inclui diversas bibliotecas, e suporte para algumas linguagens de programação como  CC++, Objective-C, Fortran, Ada, Go, e D. No site gcc.gnu.org você pode encontrar mais informações e todas as versões disponíveis do gcc.

Mão na massa
Em seu linux abra o terminal, e digite o seguinte:

$ touch hello.c


Aqui você cria um arquivo em branco chamado hello  e com extensão .c. Agora utilizando seu editor favorito abra este arquivo e digite o seguinte código.

#include <stdio.h>

int main(){
    printf("Hello World gcc");
    return 0;
}

Este código irá imprimir no terminal quando executado o texto "Hello World gcc" e depois será finalizado.

Agora no terminal teremos que compilar o código, e para isto vamos utilizar o gcc. Para isto digite o seguinte comando:

$ gcc -o hello hello.c


Após isto será criado um arquivo hello sem extensão. O comando acima, faz a compilação do arquivo hello.c e tem como output (-o) o arquivo hello.

Agora para executar e ver se tudo deu certo, execute o seguinte comando no terminal:

$ ./hello


Se tudo deu certo, irá aparecer no seu terminal "Hello World gcc".

O gcc tem vários recursos, no momento que foi escrito este post a versão utilizada era a 8.3.0 e você pode encontrar toda a documentação neste link https://gcc.gnu.org/onlinedocs/8.3.0/.

Tem algo a acrescenter neste post? compartilhe.


Referências

Postar um comentário

0 Comentários